Estrias

O que é a estria?

A estria é um tipo cicatriz atrófica. Isso significa que por debaixo das estrias há uma parte  da pele com pouco colágeno. Por isso todos os tratamentos para melhorar estrias visam estimular a produção de colágeno.

estrias e sua origem

Causas das estrias

As estrias surgem quando ha distenção abrupta da pele, ocasionando ruptura das fibras  colágenas. Essa ruptura resulta numa inflamação de aspecto linear (estria vermelha).

Quando há a resolução da inflamação , permanece uma coloração mais clara que a pele ( estrias brancas ).

Exemplo de situações  que  podem resultar no surgimento de estrias :

  • Histórico familiar
  • Ganho de peso exagerado
  • Ganho de massa muscular
  • Após implantação de prótese de  mama.
  • Gestação
  • Puberdade
  • Uso de corticóides orais e tópicos

Tipos de estrias

Estrias vermelhas

As estrias recentes são avermelhadas ou violáceas, as vezes chegam a ser inchadas.

Estrias brancas

São as mais antigas , levemente deprimidas e geralmente são mais claras que a cor
da pele.

As estrias também podem ser largas ou finas.

Seleção do tratamento adequado

Ao contrário do que muitos pensam, estrias antigas respondem aos tratamentos tanto
como as estrias recentes.

Existe uma gama variada de tratamentos para estrias. A escolha depende de alguns fatores como:

  • Cor da pele do paciente

    Alguns tratamentos podem provocar manchas em pessoas morenas e
    negras;

  • Tipo de estria

    Coloração, largura, extensão, tempo de surgimento, localização;

  • Cicatrização

    alguns tratamentos são contra-indicados para quem tem queloide ou tendência a má cicatrização.

Tratamentos para estrias

Peelings químicos

Aplicação de substâncias sobre as estrias, que esfoliam a pele, além de estimular o
colágeno. Existem peelings para todo tipo de pele. Geralmente são necessárias várias sessões. O tratamento causa pouco desconforto e apresentam um custo mais acessível.

Microdermoabrassão

Utiliza-se o peeling de cristaldiamante ou similar para esfoliar a pele. Assim como os
peelings químicos superficiais, são necessárias várias sessões, causam pouco desconforto. Também apresentam um custo mais acessível e pode ser associada ao

peeling químico, na mesma sessão.

Subcissão

Método no qual agulhas especiais são inseridas dentro das estrias, a fim de
estimular a produção de colágeno. O método é feito sob anestesia local. É um tratamento indicado principalmente para estrias largas.

Lasers ablativos fracionados

O Laser de Co2 ou Erbium por exemplo, são tratamentos para estrias mais
agressivos, porém conseguem-se uma boa resposta com menos sessões.

Cremes anestésicos são utilizados para aliviar o incômodo do procedimento. Evita-se a técnica em pacientes morenos e negros, pelo risco de surgimento de manchas.

tratamento de estrias usando laser

Lasers não ablativos fracionados

São lasers que, ao contrário dos lasers ablativos, não ferem a epiderme (camada mais superficial da pele). Desta forma são tratamentos para estrias mais seguros, com recuperação mais rápida e com menor chance de surgirem manchas residuais na pele. Consegue-se uma melhora semelhante ao laser de co2, porém o custo é maior.

Micro agulhamento

Técnica onde se utiliza um rolo com diversas agulhas que são passadas sucessivamente sobre a pele. São necessárias algumas sessões. É um método cada vez mais utilizado por ser seguro e com boa resposta. Além disso é pouco doloroso, e raramente provoca manchas residuais.

Microinfusão de medicamento na pele

É um procedimento semelhante ao micro agulhamento. Ele é mais seletivo, composto por agulhas delicadas, esse aparelho, consegue seguir o trajeto linear da estria, sem acometer a pele saudável ao redor.

Ao mesmo tempo que faz o micro agulhamento, é infundido medicamento. É o tratamento mais recente, com ótima resposta. Pode ser usado inclusive na pele negra, tomando os devidos cuidados.

Luz intensa pulsada e Pulsed Dye Laser

São tecnologias que emitem luz ou laser cujo alvo é a cor vermelha. Assim, estrias recentes, mais avermelhadas, podem ser tratadas desta forma.

O tratamento entrega bons resultados com pouca dor e recuperação rápida. Podem ser associados a peelings, com resultados ainda melhores.

Radiofrequência subablativa fracionada

Tratamento para estrias menos agressivo que os lasers ablativos, com resultados semelhantes. Apresenta rápida cicatrizaçãopoucas chances de provocar manchas.

Para o sucesso do tratamento, as vezes é necessário associar técnicas. Na maior parte dos casos há uma melhora considerável. Em outros casos pode-se ter a melhora completa.

O tempo de surgimento, cor  e o local de instalação das estrias influenciam na resposta ao tratamento. Estrias vermelhas e recentes, apresentam resultados melhores com os tratamentos descritos acima.