Rosácea

A rosácea é uma dermatose crônica, caracterizada  por uma dilatação dos vasos da pele onde pode ocorrer surtos de rubor ( vermelhidão e calor na face) , telangiectasias( vasinhos ),  pápulas e pústulas( lembram acne) e espessamento da pele e fimas.

A causa é desconhecida. Acomete em maior proporção mulheres de meia-idade. Manifesta-se por quadros transitórios ou persistentes de vermelhidão , telangiectasias, edema, pápulas e/ou pústulas na face, mais tipicamente na porção central.

Tipos de Rosácea

Há vários subtipos, que incluem Rosácea Eritemato Telangiectásica, Papulopustulosa, Rosácea Infiltrativo-nodular, Fulminante, Rosácea Ocular e Granulomatosa, além das fimas.  

A rosácea é doença cutânea multifásica predominantemente facial, de evolução variável e com tendência à cronicidade, ocasionada por alterações de natureza vascular.

Prédisposição genética e fatores ambientais

A Rosácea emerge da interação de prédisposiçao genética individual e presença de fatores ambientais provocativos (compreendidos como elementos internos ou externos ao organismo que, ao longo de período  variável, mas geralmente extenso, agem isoladamente ou em conjunto). 

Fatores provocativos

Para cada portador rosácea, haverá um conjunto específico de fatores ambientais importantes no desencadeamento (fatores provocativos) e no agravamento (fatores agravantes) da doença.

 São eles:

  1. Exposição solar crônica ou aguda reincidente:alterações emocionais;
  2. Processos infecciosos (exposição ao Helicobacter pylori), desordens gastrointestinais e disfunções hormonais
  3. Exposição a alimentos com alta temperatura;
  4. Exposição a alterações, climática abruptas (calor, frio, vento);
  5. Uso de bebidas alcoólicas;
  6. Uso de drogas vasodilatadoras;
  7. Uso de drogas fotossencibilizantes e/ou condições clínical fotossensibilizantes (por exemplo. infecção por vírus da imunodeficiência humana);
  8. Condições, clínica liberadoras de substâncias que provocam flushing(por exemplo, síndrome carcinóide e neoplasia endócrina múltipla);
  9. Alterações hormonais fisiológica da fase do climatério: 

Tratamento para Rosácea

O tratamento é direcionado para cada tipo de rosácea. A rosácea eritematotelangectasica responde muito bem a laseres onde o foco são os vasos , como luz intensa pulsada, V beam ( Day  laser) , Nd yag com ótimos resultados.

Quando há lesões pápulo pustulosas geralmente boas respostas ocorrem com antibióticos e outros medicamentos específicos para esse fim. Evitar os agentes irritantes na face .  É doença crônica com períodos longos de acalmia ( melhora) desde que seja seguido as recomendações do seu dermatologista.