Bigode Chinês

No texto de hoje vamos falar sobre o Bigode Chinês, também chamado sulco nasogeniano.

Homens e mulheres andam cada vez mais preocupados com a saúde e o bem estar do corpo e da mente. Muitos julgamentos acontecem àqueles que querem sempre manter uma aparência alinhada.

Mas, o fato é que se não se está satisfeito com algo no corpo físico, dificilmente a mente vai ficar tranquila. Faz sentido para você?

Pense aí em algo que tem te incomodado? Rugas, cabelo, textura da pele, culotes, estrias, celulites? Pois bem, vários são os incômodos que podem surgir, e sim, podem variar conforme a idade avança.

Se esse é um “problema” na sua vida, se ao se olhar ao espelho essas marcas no rosto incomodam, continue com a gente.

Vamos entender quando eles começam a aparecer, quais os tratamentos indicados, causas, entre outras dicas relevantes.

O que é Bigode Chinês?

Como já adiantamos, o Bigode Chinês são marcas caracterizadas por rugas no rosto que se estendem do canto do nariz às extremidades dos lábios.

Estas marcas aparecem principalmente em mulheres e está muito associado à flacidez. O principal motivo do incômodo é, exatamente, por trazer ao rosto, nosso cartão de visitas,  um aspecto mais envelhecido.

Sim, é preciso viver o processo do envelhecimento da forma mais natural e saudável possível, afinal se trata de uma etapa da vida, impossível de ser pulada.

Mas os avanços tecnológicos e medicinais existem exatamente para nos dar suporte nesse processo de aceitação, nos fazendo ingressar nas novas fases da vida madura de uma forma mais leve.

bigode chinês

Quando essas marcas começam a aparecer?

O amadurecimento da pele é, definitivamente, o principal motivo para o surgimento do Bigode Chinês. Isso acontece pois, ao envelhecermos, há uma reabsorção do nosso osso, combinado com a perda de gordura, atrofia do músculo e o desgaste do colágeno.

Esse processo leva ao surgimento das marcas na pele, entre elas esse sulco na região facial.

Mais comuns depois dos 30 anos, as estruturas faciais vão diminuindo de densidade e firmeza, levando ao surgimento de vários sulcos no rosto, entre eles o bigode chinês.

Apesar de ser um processo muito comum às pessoas acima dos 30, não é uma regra. É possível que  essas marcas venham a surgir na pele antes desta faixa etária, inclusive por motivos variados, que falaremos a seguir.

Quais as causas do bigode chinês

Apesar de ser a causa mais comum, não é só pelo envelhecimento da pele que o Bigode Chinês pode surgir. Outros fatores podem influenciar, como por exemplo fatores genéticos, raciais e questões ligadas à saúde.

Fatores externos, como cigarro, exposição ao sol sem proteção, má alimentação e poluição também impactam para esses “danos” à pele.

Por que isso acontece? Pois todos esses fatores diminuem a elasticidade e hidratação da pele, levando ao surgimento de rugas e linhas de expressão.

Profundidade

Além disso, o grau de profundidade do Bigode Chinês pode variar de pessoa para pessoa. Os fatores  que levam a esta diferenciação pode ser pelo grau de diminuição de fibras musculares, nível de atrofia óssea, ação da gravidade em cada pele.

Até mesmo uma posição viciada na hora dormir e o excesso de expressões repetidas que se faz ao conversar. Ou seja, quando dizem por aí que ficar estressado por qualquer coisinha vai te levar às rugas, não é de tudo uma lenda.

Isto porque você cria o hábito de franzir o rosto, o que leva sua pele já em processo de amadurecimento, a marcar com mais facilidade.

Primeiro sinal de envelhecimento

Por outro lado, o Bigode Chinês costuma ser o primeiro sinal de envelhecimento da pele, pois o ato constante de sorrir, faz com que a pele entre num processo repetido de contrair e descontrair frequentemente.

Obviamente não estamos falando para evitar sorrir, até porque isso vai causar outros problemas irreparáveis.

rugas no rosto

Para isso existem cremes e outros produtos que auxiliam na manutenção da pele. Já o estresse, sim, a indicação é evitá-lo, tanto por questões emocionais, como físicas.

Antes mesmo de entrarmos nos detalhes do tratamento ideal, é válido ressaltar a importância de combinar qualquer um desses tratamentos com uma vida mais saudável.

Sim, a alimentação, a prática de exercícios, o consumo moderado de bebidas alcoólicas, e a extinção definitiva do cigarro são passos imprescindíveis.

Quando e como tratar

Não existe idade  certa para as pessoas começarem a se preocupar sulcos ao redor dos lábios. O ideal, como já dissemos acima, é manter uma vida saudável sempre.

Mas, para quem já está acima dos 25 anos e o bigode chinês começou a dar os primeiros indícios, atualmente já existem à disposição diversas tecnologias.

Produtos para o tratamento tópico, utilização de medicamentos via oral, a realização de procedimentos em clínicas especializadas, com acompanhamento de um dermatologista, como preenchedores com ácido hialurônico, radiofrequência, infravermelho, laser, entre outros.

O primeiro passo, certamente, será utilizar os cremes anti-idade enriquecido com vitaminas e antioxidantes. Lembrando que esses produtos devem ser específicos para sua faixa etária e, claro, por indicação médica.

Preenchimento facial

O preenchimento facial consiste na injeção de substâncias dentro da pele ou logo abaixo dela. Esse processo diminui a profundidade das marcas, dando volume e corrigindo as depressões.

O procedimento é simples e rápido e a recuperação é imediata. Não há mudanças drásticas na fisionomia, o que deixa o resultado bem natural.

preenchimento para bigode chinês

Laser CO2

O Laser CO2 fracionado também é muito utilizado no tratamento de suavização do bigode chinês. Trata-se de um tratamento realizado através de ondas de laser composto por CO2.

Essas ondas alcançam as camadas mais profundas da pele, aumentam a produção de colágeno. Isto promove a renovação das camadas da pele, levando ao aspecto jovial.

Assim como o preenchimento, o CO2 fracionado também traz resultados visíveis logo após a primeira sessão. Ele proporciona mais firmeza da pele, dando mais vida e brilho ao tecido. Muito comum de ser aplicado também na região do colo, pescoço e mãos.

Radiofrequência

A radiofrequência é outro procedimento comum nos tratamentos em combate ao bigode chinês. Este método tem como objetivo aumentar a temperatura do tecido, a fim de alcançar cerca de 40°C, desencadeando uma sequência de reações fisiológicas.

Ao passar por esse superaquecimento do tecido, há uma indução no aumento da circulação e oxigenação local. Isso estimula a formação de colágeno, aumenta a firmeza da pele e, consequentemente reduz as marcas naturais da pele.

A radiofrequência é um procedimento rápido, indolor, e o melhor: pode ser feito em qualquer tipo de pele e em qualquer estação do ano.

Ultrassom Microfocado

O Ultrassom Microfocado é indicado no combate às rugas, marcas de expressão e flacidez no rosto e no pescoço.

Neste tratamento, um aparelho de Ultrassom Microfocado emite ondas acústicas que se transformam em calor ao atingir certas profundidades da pele.

A partir deste calor a pele passa por mini queimaduras, que provocam a coagulação da área atingida. Isto estimula a produção de colágeno e a contração do tecido.

Lembrando que, a epiderme, camada mais superficial da pele, não sofre queimadura alguma.

bigodê chines antes e depois do tratamentotratamento do sulco nasogeniano

Ácido hialurônico X Toxina botulínica

O ácido hialurônico é uma das substâncias usadas para realizar o preenchimento facial. Ele preenche rugas e sulcos, além de melhorar o contorno facial. Ah, além disso, é bem comum de ser utilizado para aumentar o volume dos lábios.

Já a toxina botulínica é uma toxina produzida por uma bactéria chamada Clostridium botulinum. Ela é usada para paralisar os músculos causadores das linhas de expressão.

O produto utilizado  é produzido pela mesma bactéria que provoca o botulismo, uma doença considerada de alta gravidade e que provoca paralisia dos músculos, entre outros sintomas.

Contudo, cientistas identificaram que, quando aplicada em doses reduzidas, a toxina pode trazer benefícios estéticos e ajudar no tratamento de outras doenças.

preenchimento com ácido hialurônico

Voltando ao ácido hialurônico, ele age no preenchimento dos espaços entre as células e, por sua capacidade de atrair água para o local em que foi aplicado, auxilia no combate às  rugas, bem como na hidratação da pele.

Ambos tratamentos são seguros, desde que realizados por profissionais especializados, que garantem a procedência dos produtos e, claro, garantem que a clínica é certificada e devidamente legalizada.

Curtiu nossas dicas?

Então, comece a cuidar de você hoje mesmo. E no mais, a dermatologia estética pode te ajudar a ser cada vez mais feliz e satisfeita com você mesmo.